Substância anti-barriga para emagrecer

Não sei se vocês se lembram, mas em 2006 foi lançada em todo o planeta um medicamento que ficou conhecido como substância anti-barriga com o estardalhaço costumeiro a todos os remédios que prometem nos fazer perder barriga rápido; foi até capa da Veja! A gigante farmacêutica francesa Sanofi colocou à disposição o Acomplia, remédio cujo princípio ativo é o rimonabanto. A procura pela substância anti-barriga foi enorme, mas durou apenas dois anos. Quer saber porquê? Vamos por partes, como diria meu açougueiro.

O que é a substância anti-barriga?

anti barriga

A substância anti-barriga chamada rimonabanto nasceu das pesquisas feitas sobre a larica dos maconheiros. Acha que é piada? Os pesquisadores descobriram que uma substância chamada eudocanabinoide, que é ativada pelo princípio ativo da maconha, causa fome e induz o organismo a estocar gordura. Esse receptor com nome comprido e sugestivo, ao estimular o estoque de gordura, também faz com que o nível de açúcar no sangue aumente. O rimonabanto impede que o eudocanabiniode prossiga em seu ciclo de acúmulo de gordura.

O que a substância anti-barriga faz?

O rimonabanto foi chamado à época de seu lançamento de “medicamento com mil e uma utilidades”, mesmo só tendo três efeitos conhecidos. Vá entender esses marqueteiros…

  • A substância anti-barriga ajuda a combater o excesso de gordura, principalmente na região abdominal. Daí sua denominação popular.
  • Há estudos em andamento que afirmam que o rimonabanto pode ser eficiente no combate ao vício pelo cigarro.
  • Além de ser uma substância anti-barriga, o rimonabanto pode ajudar no tratamento ao vício com drogas e álcool, graças ao efeito no mecanismo de recompensas cerebrais.

Por que a substância anti-barriga só foi vendida por dois anos?

Pesquisas independentes e complementares descobriram que a substância anti-barriga tem graves efeitos colaterais na esfera psiquiátrica. Pacientes com depressão severa que usaram rimonabanto tiveram um aumento nos sintomas suicidas; o uso conjunto com antidepressivos como a fluoxetina também apresentaram quadros graves de profunda depressão com fortes instintos suicidas. Graças a estas pesquisas, a Sanofi suspendeu a venda do Acomplia no mundo inteiro.
Sinto muito, minhas amigas, mas esse blog precisa ser verdadeiro e responsável com o que diz sobre remédios para emagrecer.

Substância anti-barriga para emagrecer2019-08-19T17:29:37-03:00

O problema íntimo mais comum entre os homens!

Disfunção erétil (DE) ou impotência sexual é a incapacidade constante de manter uma ereção rígida o suficiente para uma relação sexual dentro da normalidade, por isso compromete a vida íntima masculina, assim como outros problemas de saúde famosos: ejaculação precoce e dificuldades sexuais em geral.

Origem da Disfunção Erétil 

Como para a obtenção de uma ereção, vários órgãos e tecidos precisam funcionar em harmonia, existem várias formas que afetam um ou mais desses “participantes” e podem cominando em disfunção erétil.

Quase nunca os médicos conseguem definir exatamente qual o percentual de envolvimento de cada estrutura envolvida. A impotência sexual está ligada a diversas doenças e cuidar da disfunção envolve descobrir sua causa.

O que causa a DE:

  • Doenças psicológicas
  • Distúrbios hormonais (diabetes, diminuição na testosterona, problemas endócrinos)
  • Doenças neurológicas (lesões na medula, mal de Alzheimer e Parkinson)
  • Doenças vasculares, que causam entupimento das artérias e veias, impedindo a circulação do sangue ao pênis (hipertensão arterial, aterosclerose)
  • Consumo excessivo de medicamentos
  • Cirurgias pélvicas
  • Doença de Peyronie ou fibrose dos corpos cavernosos
  • Alcoolismo e tabagismo.

Fatores de risco

Os principais fatores de risco para distúrbios cardiovasculares como infarto e derrame estão relacionados a fatores de risco para disfunção erétil. São eles:

  • Diabetes
  • Hipertensão arterial
  • Dislipidemia (colesterol e triglicérides alterados)
  • Tabagismo
  • Obesidade
  • Sedentarismo.

Isso ocorre por conta da necessidade de um grande aumento do fluxo de sangue para que o pênis fique duro. Quando a circulação está comprometida nos órgãos por uma dessas causas, a disfunção erétil pode surgir.

Outros fatores classificados de risco as situações que afetam a autoconfiança do homem como desemprego, aposentadoria, crises financeiras, luto na família, entre outros.

Vale lembrar que apenas o envelhecimento masculino não constitui uma motivação de disfunção erétil.

Diagnóstico e Exames

 

Procurando um profissional

Assim como acontece com a Ejaculação Precoce, os problemas de ereção podem acontecer a qualquer homem. Mas quando a ereção não é adequada e isso acontecer frequentemente, é importante procurar ajuda médica, lembrando que os profissionais especialistas no assunto prezam muito pelo seu sigílo. É importante lembrar que os fatores de risco são parecidos e que a dificuldade de circulação para o pênis pode indicar outros problemas do corpo que não andam bem.

Diagnóstico de Disfunção erétil

A impotência sexual tem solução e a primeira etapa é o diagnóstico adequado.

Em seguida ele busca identificar a origem de risco como já citado anteriormente.

Por exemplo: se existe hipertensão arterial, ela precisa ser tratada. Se apresentar diabetes, o médico irá orientar sobre o tratamento.

Após a identificação é importante iniciar o tratamento e atualmente existem diversos tratamentos para melhorar a ereção.

O diagnóstico da disfunção erétil é eminentemente clínico, ou seja, o médico chega a esta conclusão conversando com o paciente.

Ecodoppler peniano

Se os tratamentos por via oral não resolvem, os médicos indicar o paciente para o especialista, que é o urologista. Ele vai mais a fundo e pode utilizar um novo método usado para o diagnóstico da disfunção erétil: o ecodoppler peniano.

Nesse método é realizado uma injeção no pênis e uma ereção é produzida. Esse exame é feito para verificar o fluxo arterial, entender como está a túnica que reveste os corpos cavernosos e medir a ereção obtida.

O exame é feito no consultório médico ou clínicas de radiologia e o medicamento começa a agir em 5 a 10 minutos. O procedimento com medicação injetável e Doppler serve para avaliar a gravidade da disfunção erétil e dessa forma possibilita ao urologista pensar em alternativas terapêuticas como a auto-injeção ou implantes penianos (as famosas próteses).

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Disfunção erétil

Segundo a ClinicallMan, site especializado em tratamentos de problemas masculinos, o tratamento da disfunção erétil se inicia com uma avaliação médica para identificar os fatores de risco e os tratando. Além disso, o médico especialista normalmente costuma prescrever as medicações por via oral chamados inibidores da fosfodiesterase tipo 5. Sildenafila, vardenafila e tadalafila são os mais conhecidos e utilizados.

Quando a medicação oral é usado na proporção correta não resolver, existem outras modalidades terapêuticas tratadas como de “segunda linha” como bomba de vácuo, injeções de vasodilatadores e na chamada “terceira linha”, as próteses penianas, que são o último recurso.

Vale lembrar que nem sempre é valorizado, consiste em cuidar do relacionamento. Analisar a companheira e como o casal está conduzindo seus problemas e questões. Em alguns casos, o apoio de psicólogos ou outros profissionais para melhorar a relação com sua parceira.

Medicamentos para Impotência sexual

As medicações corriqueiras para o tratamento de disfunção erétil são:

  • Cialis
  • Viagra

Apenas um profissional consegue indicar o medicamento mais apropriado para resolver o seu problema, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento.

Siga sempre à risca as orientações do seu médico e JAMAIS tome medicação por conta própria. Não interrompa o uso do medicamento sem orientação do seu médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga a recomendação na bula. Não faça testes para comparar o desempenho com ou sem medicamento (do tipo: “hoje não tomarei o remédio para saber se melhorei…”).

Convivendo (prognóstico)

Existem diversas origens para a disfunção erétil, assim como na ejaculação precoce, e o retorno a rotina varia bastante. Sabemos hoje que os casos mais difíceis para tratamento incluem os diabéticos e os pacientes que realizaram prostatectomia radical (cirurgia para tratar o câncer da próstata). Estes têm mais dificuldade as medicações orais com mais freqüência. existem outras soluções para eles, voltarem a vida sexual ativa.

Existe cura para Disfunção erétil?

Para tudo existe uma alternativa, segundo a ClinicallMan.

Existem vários tipos de tratamento para qualquer tipo de impotência sexual. Procure um urologista e crie uma rotina de vida saudável. Tenha contato direto com o médico especialista e explique detalhadamente sua dificuldade. Não sinta medo e confie na orientação médica.

Quando existe empenho do paciente e ele tem a capacidade de monitorar os fatores de risco identificados, por exemplo, em um homem fumante, acima do peso e sedentário que resolve depois do diagnóstico de impotência sexual mudar seus hábitos (tendo visitado antes seu cardiologista que o liberou para prática de exercícios físicos), emagrece e para de fumar, a perspectiva é que tende não somente a estabilizar mas pode ser curado.

Formas preventivas

Prevenir a disfunção erétil é de suma importância que tenha boa circulação do sangue e na verdade as orientações são muito semelhantes aquelas fornecidas nos consultórios dos cardiologistas:

  • Adote hábitos de vida saudáveis
  • Tenha uma boa alimentação
  • Pratique exercícios com frequência.

Visite seu médico regularmente e esteja sempre controlando os chamados fatores de risco:

  • Se é tabagista, pare imediatamente;
  • Se for hipertenso, siga o tratamento à risca e não pare de tomar sua medicação;
  • Se for diabético, tome cuidado com açúcar, tenha uma alimentação adequada e usando a medicação.

Assuntos relacionados a disfunção e ejaculação precoce

  • Como funcionam as ereções
  • Orgasmo e o cérebro
  • Causas da impotencia sexual (drogas, diabetes, obesidade, síndrome de Cushing, hipertireoidismo, hipotireoidismo etc.)
  • Causas psicologicas e emocionais
  • Mudanças de hábitos de vida
  • Dispositivo de ereção a vácuo
  • Medicamentos injetáveis combinados
  • Prótese peniana: implante, riscos e satisfação
  • O constrangimento causado
  • Inibidores da fosfodiesterase tipo 5 (IPDE-5)

Outros itens também abordados são:

Técnicas e tratamentos naturais para ejaculação precoce, técnicas de masturbação, técnicas de relaxamento, contração da musculatura pélvica etc.

Referências / Fontes:

O problema íntimo mais comum entre os homens!2019-08-19T17:15:27-03:00

Quais os sintomas da testosterona baixa

A baixa testosterona é uma condição que afeta milhões de homens apenas nos Estados Unidos; as estimativas são de cinco a sete milhões; Adicionar nos 20 a 25 milhões que sofrem de andropausa, a supressão total de andrógeno e baixa testosterona é um problema enorme. Eles são números bastante surpreendentes, pelo menos, mas o que é mais surpreendente é a grande maioria daqueles que sofrem pouco ou nada sobre isso. É realmente uma vergonha, como a baixa testosterona é uma condição que é fácil de remediar, mas quando é uma condição que diminui gravemente a sua qualidade de vida.

saude do homem

Alguns suplementos pode suprir a testosterona baixa e melhorar a qualidade de vida, principalmente no relacionamento quando a sua libido precisa aumentar para satisfazer sua parceira. Caso sua parceira esteja com a libido baixa também, acesse o artesdecura em https://www.artesdecura.com.br/estimulante-sexual-feminino/

É claro que, antes de lidar com isso, você deve conhecer os sinais e, se apontar para si mesmo, precisará saber quais os passos a dar; Felizmente para você, você receberá todas as respostas.

Testosterona e auto-estima alto

A alta testosterona e a auto-estima podem estar ligadas entre si. Isso porque quando você tem altos níveis de testosterona sua auto-estima vai aumentar, pois sua mente estará também mais saudável. Pode acontecer o inverso também, quando você consegue elevar a sua auto-estima, sua testosterona pode subir só por ter alto confiança em si mesmo.

Mas todos os homens tem confiança? Claro que não todos, se você tiver problemas no relacionamento como impotência ou até mesmo sofrer com baixos auto-estima devido ao tamanho do pênis, mesmo tendo formas de aumentar o pênis, isso pode influenciar diretamente com a sua libido e sua testosterona.

Sintomas de baixa testosterona:

A baixa testosterona é uma condição que geralmente é construída lentamente ao longo do tempo, e quando muitos homens percebem que o sofrimento é uma condição que faz parte de sua vida há muito tempo. De muitas maneiras, isso não é tudo o que sinto falta; À medida que envelhecemos, nossos níveis de testosterona diminuem pouco a pouco, e como é tão gradual, é fácil se acostumar com isso. Claro, se acostumar com isso não significa que você deveria;

Você pode se acostumar com muitas coisas na vida que são prejudiciais ao seu bem-estar. Em qualquer caso, a taxa de declínio varia de homem para homem, mas, no entanto, ocorrerá. A maioria dos homens vai notar quedas acentuadas nos anos 40, mas muito mais do que é geralmente assumido começar a ver os seus níveis cair drasticamente na década de 30 como os níveis de testosterona cair, várias coisas podem acontecer que diminuir a sua qualidade vida Estes são os sintomas da baixa testosterona.

Você não pode visualizar cada sintoma; Na verdade, você provavelmente só mostra alguns nos estágios iniciais. Os sintomas da testosterona baixa incluem:

  • Perda de Libido
  • Disfunção erétil
  • Perda de força (apesar da dieta e exercício)
  • Perda de massa muscular (apesar da dieta e exercício)
  • Aumento da gordura corporal (apesar da dieta e exercício)
  • Depressão
  • Perda de energia
  • Insônia
  • Falta de foco ou clareza de pensamento
  • Sistema imunológico enfraquecido

Como você pode ver facilmente, estes são alguns sintomas muito irritantes e podem afetar todas as áreas da nossa vida. Claro, eles não são mortais, mas o que muitos não percebem é que ignorar a esquerda pode abrir a porta para muitas condições mais sérias; alguns dos quais são perigosos para a vida, de fato.

Em qualquer caso, no entanto agora baixa testosterona está indo lá, não há razão para sofrer, e se ele mostra algum dos sintomas acima, você é encorajado a tomar a próxima ação.

Quais os sintomas da testosterona baixa2019-06-18T13:25:07-03:00

Como aumentar a testosterona com alimentação

Muitos homens tem duvidas de como aumentar os níveis de testosterona sem a necessidade de usar os medicamentos, truques e remédios que todos recomendam, especialmente pílulas e tratamentos que nunca produzem resultados muito bons.

Então eu vou compartilhar com vocês algumas dicas específicas que ajudarão você a descobrir como aumentar os níveis de testosterona de uma forma eficaz, saudável e completamente natural, e nós vamos falar especificamente sobre alguns alimentos que são de vital importância para se manter em sua dieta diária.

Para aumentar a testosterona, as vitaminas também são importantes porque ajudam na produção natural do hormônio. A testosterona é extremamente importante para manter a vida sexual ativa naturalmente, suplementos a base de creme também pode ajudar nessa área, como o creme macho macho. Veja mais em https://tratandoimpotencia.pro/creme-macho-macho/

Por exemplo, algumas das vitaminas que são vitais e essenciais para aumentar os níveis de testosterona são Vitamina B12, Vitamina A, Vitamina C, Ômega 3, entre outras. Este tipo de vitaminas ajuda a produção natural de testosterona de dentro do corpo sem a necessidade de injetar medicamentos. Este tipo de vitaminas que você encontra em alguns alimentos que vamos mencionar, por agora eu quero que você tenha em mente que você deve usar este tipo de vitaminas para produzir mais testosterona.

Alguns suplementos também são bem vindo para a libido:

Esse tipo de suplemento aumenta o fluxo sanguíneo, podendo ter um aumento no pênis. Para saber mais veja em https://tratandoimpotencia.pro/como-engrossar-o-penis/

Como aumentar os níveis de testosterona com comida adequada?

aumentar testosterona com dieta

Primeiro de tudo você tem que ter em mente que para produzir e aumentar a testosterona naturalmente, você precisa consumir 100% de alimentos orgânicos. Este tipo de alimento são aqueles como frutas, legumes e carnes magras que não usam nenhum tipo de produto químico durante a preparação. Usando este tipo de alimento irá ajudá-lo a produzir mais testosterona através de uma dieta equilibrada, rica em vitaminas, minerais e gorduras saudáveis.

Por exemplo, se você está procurando aumentar os níveis de testosterona, você definitivamente deve incluir frutas e legumes em sua dieta. Eu posso mencionar espinafre, brócolis, banana, maçã, morango e mirtilo, laranja e grapefruit, só para mencionar alguns deles. A testosterona é um hormônio que ocorre dentro de seu corpo e se você aumentar sua ingestão de vitaminas A e C, que são nestes alimentos que mencionei anteriormente, você definitivamente vai a caminho de atingir o seu objetivo.

Embora não exatamente as carnes magras ajudem a aumentar a testosterona, você deve definitivamente incluí-las, já que você está se alimentando de forma mais saudável. Comer frango sem pele ou peixe vai ajudar você a produzir mais testosterona para muitas vitaminas e minerais que eles contêm, principalmente porque eles contêm gorduras saudáveis, como ômega 3. Este tipo de gordura é muito importante para produzir mais testosterona naturalmente em um curto espaço de tempo.

Em relação ao que diz respeito a frutas e vegetais, é importante que você consuma este tipo de alimento. Se você está procurando aumentar os níveis de testosterona, deve saber que recentemente descobriu-se que a fibra é um combustível poderoso que ajuda seu corpo a produzir mais e mais testosterona. Portanto, eu recomendo que você consuma muitas frutas e vegetais, como os que eu mencionei acima, pois eles não são apenas uma fonte importante de frutas e vegetais, mas também fornecem a fibra que seu corpo precisa para produzir esse hormônio.

Embora não seja o assunto deste artigo, quero mencioná-lo rapidamente. Não é necessário fazer cardio excessivo para aumentar a testosterona. Embora seja verdade que o exercício é importante para aumentar a testosterona, você não deve se matar fazendo exercícios extremos que só causarão fadiga excessiva.

Como aumentar a testosterona com alimentação2019-06-18T13:03:29-03:00